O aluno estranho, entre reflexividade e atribuiçao ? - Université Paris Nanterre Access content directly
Journal Articles Estilos da Clinica Year : 2016

O aluno estranho, entre reflexividade e atribuiçao ?

Abstract

Qualificamos como estranho aquele que nos surpreende, que nos remete à diferença, que nos toca. Os quatro au-tores deste artigo interrogam-se sobre a questão do aluno estranho, isto é, da relação emocionalmente carregada que o profissional da educação pode man-ter com ou vários alunos em um espaço educativo. Para isso, eles/elas põem em debate seus diferentes trabalhos cuja referência comum ao sentimento de estranho familiar mencionado por Freud constitui a base de troca. A partir das abordagens qualitativas (Hatchuel, Kerrien, Markakis adotam uma abordagem clínica com orientação psicanalítica, e Chauvier se refere à etnografia da comunicação), e eles/elas fazem a hipótese de que considerar o afeto subjacente pode favorecer no sujeito um movimento de aceitação da diferença contra o da rejeição e/ou o da estigmatização.Descritores: relação professor-alu-no; aluno estranho; embaraço; es-tranho familiar; abordagem clínica com orientação psicanalítica; etno-grafia da comunicação.
Fichier principal
Vignette du fichier
Hatchuel-2016- et alii - aluno estranho.pdf (189.79 Ko) Télécharger le fichier
Origin : Files produced by the author(s)

Dates and versions

hal-01410886 , version 1 (10-02-2021)

Identifiers

  • HAL Id : hal-01410886 , version 1

Cite

Françoise Hatchuel, Eric Chauvier, Elodie Kerrien, Konstantinos Markakis. O aluno estranho, entre reflexividade e atribuiçao ?. Estilos da Clinica, 2016. ⟨hal-01410886⟩
56 View
16 Download

Share

Gmail Facebook X LinkedIn More