Gênero e mal-estar no trabalho - Université Paris Nanterre Access content directly
Journal Articles Revista Ciências do Trabalho Year : 2015

Gênero e mal-estar no trabalho

Régine Bercot

Abstract

Este artigo é produto de uma reflexão epistemológica. Sendo poucos os trabalhos que permitem esclarecer o impacto de pertencimento a um gênero nos riscos de deterioração da saúde no ambiente do trabalho, pretendemos descrever aqui reflexões relacionadas com mudanças no âmbito de um seminário de pesquisa. Podemos vincular o mal-estar experimentado e as desigualdades das quais são vítimas as mulheres sem que os atores o percebam e pertençam a um gênero. Isso devido a uma notória invisibilidade das características desse mal-estar e de suas causas, pois surgem como algo natural ou estão vinculadas a escolhas ou incapacidades das mulheres, sendo que a origem está nas formas de organização do trabalho e relações construídas com base na socialização entre homens e mulheres diferentes. A questão da abordagem metodológica é, ao mesmo tempo, crucial e difícil, pois a variável explicativa do gênero está associada a diversas outras.
No file

Dates and versions

hal-01506889 , version 1 (12-04-2017)

Identifiers

  • HAL Id : hal-01506889 , version 1

Cite

Régine Bercot. Gênero e mal-estar no trabalho. Revista Ciências do Trabalho, 2015, 4, pp.111-124. ⟨hal-01506889⟩
28 View
0 Download

Share

Gmail Mastodon Facebook X LinkedIn More